terça-feira, 20 de junho de 2017




À Procura de mim...



MOTE:
Por tanto amor, por tanta emoção,
A vida me fez assim: doce ou atroz,
Manso ou feroz, eu, caçador de mim...


Milton Nascimento








Eu me procurei
Nas ruas desertas
Nas praias repletas
Nos rostos infantis
Nas cores primaveris

Andei pelas ruas movimentadas
Em meio às pessoas apressadas
Pelos campos floridos
Entre rostos desconhecidos

E me vi retratada
Nos pontos distantes,
Nos mares ondulantes
Nas matas verdejantes

E me senti parte do céu brilhante
Da gente passante,
Da flor brotando, nos campos floridos
E do ser apressado, meu desconhecido

E percebi que sou criança, ainda,
Espírito jovem, aprendiz,
Que nunca deslinda
O mistério do ser e das paixões febris.

Jane Moreira





Nenhum comentário:

Postar um comentário