domingo, 16 de outubro de 2016

Flores no ar (indriso)




Flores no ar



Sinto como um dejavu, um chamado,
que vem da terra, ou do Universo...
Um perfume meu conhecido...


Algo que sei que é do passado,
Um perfume da flor que chama o verso
E que faz desabrochar o poeta adormecido.



Pássaros, borboletas, perfumes e flores...


No ar e na terra, chamando os amores...



Jane Moreira



Nenhum comentário:

Postar um comentário