sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Amor de verão








Amor de verão

Não te esqueças, minha flor,
Que o instante se esvai
E, assim como a o amor,
A dor também se vai.

Não sei onde se esconde o amor,
Que tão cedo te deixou.
Entretanto, seja onde for,
De ti, alguma coisa restou.

Foi como o amor de verão,
E pensavas que fosse eterno.
Durou somente uma estação
E, sem ti, o que fará no inverno?

Jane Moreira