quarta-feira, 24 de setembro de 2014

De Paixões e perigos




De Paixões e perigos

Essa paixão tresloucada,
Se for do amor companheira,
E se provocar risada,
Será paixão verdadeira.

Não há perigo que ameace
Essa paixão comovente,
Que se mostra assim na face
Pura de amor envolvente.

Paixão que é o paraíso
De amantes enamorados.
Se não perderem o juízo,
Vai dar certo essa empreitada.

Mas, sem amor há perigo
De sentidos exaltados...
E o ciúme, isso é tão antigo,
Arruína essa empreitada.


Jane Moreira



Nenhum comentário:

Postar um comentário