quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Carpe Diem III






Carpe Diem III


Menina, como as flores que seguras,
Um dia também murcharás, é fatal.
Vive intensamente tua doçura,
Tira a trava desse olhar de cristal.

Esse teu olhar contemplativo
É cúmplice do tempo e da rotina.
Não te entregues, não te faças cativa,
Segura o dia, Carpe Diem, menina.

Quero ver-te amar, sorrir, ser amada,
Vive tua vida um dia de cada vez,
Até o último trecho da estrada.

Jamais te entregues ao não e ao talvez,
Assim será mais leve tua jornada.
Sorri e afasta essa tua timidez.

Jane Moreira










Nenhum comentário:

Postar um comentário