sexta-feira, 5 de abril de 2013

De saudade e conformação


MOTE:
"O jeito é: ou nos conformamos com a falta de alguma coisa na nossa vida,
ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras..."
Mario Quintana



De saudade e conformação

A falta que tanto sinto
Do sorriso que um dia foi tudo,
Do amor que foi meu escudo...

A falta que sinto tanto
Do alegre cantar de eu menina,
Das corridas na campina...

O tempo levou o riso e o canto:
O canto que me deixou muda
E quebrou da vida o encanto,

A saudade não traz alívio
E também não traz o bem de volta.
Leva o choro que, ao vento, minha voz ainda solta.

Jane Moreira



De versos e versos

Mote:
“...melhor se guarda o vôo de um pássaro
Do que de um pássaro sem vôos.
Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica,

por isso se declara e declama um poema:

Para guardá-lo". 
                        Antonio Cicero



De versos e versos

Tantos versos fiz e os guardei...
Outros, por poeticídio, descartei.
E, nos momentos felizes, versei
E, quando estava infeliz, eu os rasguei.

Na roda viva da vida,
Que age e reage na terra e no espaço,
Que fecha e reabre a ferida,
Minha poesia é só um pedaço

Que, no pensamento, ocupa seu instante
E, no espaço, voa como pássaro feliz,
Ou, no túmulo a obra que ninguém quis.
E, no papel, se torna cicatriz.

E o que escrevi, tão triste, no escuro,
Escondi, sem arrependimento.
E o que escrevi, no claro, sem muro,
Soltei, livremente, ao firmamento.

Meus versos livres estão por aí, vagando...
Podem estar nas mãos do aprendiz...
Nas mãos de quem eu não quis
Ou nas mãos de quem eu sempre quis.

Jane Moreira






Natureza esplendor


Natureza- Folhas – Pássaros (Mote)





Natureza esplendor


Pássaros cantam alegremente,
é da natureza, um esplendor...

Folhas recebem a chuva docemente,
é da natureza um gesto de amor...

O mar se agita ondulantemente,
é o reflexo desse esplendor...

E eu brinco na chuva
e esqueço minha dor.

Jane Moreira








Das emoções poéticas

Mote:
"Todas as coisas têm o seu mistério
e a poesia é o mistério de todas as coisas."





Das emoções poéticas

Amor tema lírico e o poeta surgiu,
A Musa, essencial ao poeta, teria que vir depois
A flor, símbolo de beleza contribuiu
A dor, forte emoção tema a que também se propôs

Se amar é o ensejo, um poema se fez.
Surgiu o desejo, um verso ganhou.
No encanto da flor, ganhou mais porquês.
E um dia, com a dor, o amor rimou...

E do desejo, ilusão e emoção,
Rosas rubras, versos de hoje e de outrora,
Fez-se a poesia, que é mais que uma paixão.

E na poesia que sempre vigora,
O mistério é a mais pura emoção,
Que é, do poeta, dona, amante e senhora.


Jane Moreira