segunda-feira, 4 de março de 2013

Comemorações


Mote: Comemorações





Eu vi
sorrisos nos lábios.
Não percebi
a tristeza no seu coração
Eu vi
o amor transitar nos salões.
Não percebi
o real sentido da emoção.
Eu vi
taças, brindes, comemorações.
Não percebi
que cada gole feria seu coração.

Jane Moreira








Um amor de fantasia (indriso)








UM AMOR DE FANTASIA

Sonho com o grande amor,
que me ame nas tardes mornas de sol,
e que fique comigo até o frescor do arrebol;

Que, nas noites frias de inverno,
seja meu conforto, minha alegria,
impregnando minha vida de poesia.

Eu desejo aquele único e grande amor,

mesmo que ele seja de fantasia.



Jane Moreira



Dedico a Virginia Leal

Indivisível






Indivisível

O tempo é indivisível:
Horas, minutos, segundos,
São meras convenções.

Os mundos,
Que não alcançamos conhecer,
Podem parecer irreais...

Fala-se
De matéria, antimatéria,
Paradoxos siderais...

Tão incomensuráveis,
Como o amor ou a mente,
Mistérios, enigmas, somente.

Somos um ,em constante ligação
Com o infinito em expansão.
Almas que somos, em constante evolução.

Meu corpo físico, microcosmo,
É ao Todo interligado
E combinado...

De tanto poder factível,
Indivisível, perecível...
 Tudo é mistério...Só sei que nada sei...

Para meu corpo astral,
Tudo é muito natural...
Os mistérios não existem.

O universo é sua dimensão,
E, para o corpo físico,
enorme escuridão.

Sou um só com o universo
Que, como o tempo, não se divide,
Sempre um só, sempre expandindo.

Se, aos nossos olhos, tudo passa,
Na verdade, tudo vai se repetindo...
Transformando, evoluindo...


Jane Moreira



Poemando







P O E M A N D O

Vou tentando...
Versos fluindo...
Alguns valendo,

Outros nem tanto.
Mesmo assim,
Vou seguindo...

Pela estrada da Poesia, nesse mundo de magia,
Onde tento me encontrar, ainda a engatinhar...

Jane Moreira