quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

De milagres...





De milagres...

Milagre é a lágrima,
Que corre solta,
Na face triste...

Milagre é poder sorrir
e alegria transmitir.
Milagre é poder amar.

Milagre é dormir
E poder sonhar...
E, depois, acordar...

Milagre é um ser,
Que transmite a outro ser
Suas características genéticas.

Milagre é sentir amizade,
Carinho,  confiança
E  solidariedade...

Milagre é a natureza,
Luz varando a escuridão...
Milagre é a mão na mão.

Milagre é o pensamento
Tão extenso como o firmamento.
E os astros em movimento.

É milagre a energia pulsante,
O universo em expansão constante
E a claridade do sol vibrante.

Milagre é sentir saudade,
É a Vida e a Verdade,
Milagre é a divina Luz.

Milagre é ter vivido Jesus
naquele tempo distante,
e ser hoje presente no ser pensante.


O próprio mistério que envolve
Vida, morte, ciência, o mal e o bem,
Aos poucos descobertos, são milagres também.

Milagres são a música, a poesia e todo tipo de amor...
A mãe, o pai e o filho... Amor eterno...
Milagre pode ser a alegria que nasce da dor.

Jane Moreira





Verbetes




Verbetes

Amor

É verdade poética.
Tem berço de ouro,
Nasceu do desejo
E da amizade.
Mora na poesia
E no cálido coração.
Alimenta-se de emoção
E se veste de ternura.
Ocupa-se em semear a alegria.

Ódio

É verdade sem berço.
Nasceu da inveja
E do desvario.
Mora na contramão
E no coração frio.
Alimenta-se de rancor
E se veste de loucura.
Ocupa-se em semear a dor

Jane Moreira





Seu trabalho, seu amor





Todo dia,
curvadinha,
ela sobe a ladeira,
e desce a ladeira...
Nem uma cadeira,
para sentar...

Todo dia,
ela, resoluta,
vai à luta,
sem reclamar...

Ela pede,
carrega e entrega,
com carinho,
o que ganhou
pelo caminho.

Ela não reclama.
Ela ama seu trabalho
e seu irmão mais carente,
que é gente que sente,
e que é seu filho também...

Todo dia, do alvorecer
à Ave-Maria,
ela segue servindo
seus irmãos, seus filhos,
seus pais,
sem distinções...
Todos iguais.


Ela tem um acordo
com seu eu superior.
E seu convênio
é com o Criador.

Jane Moreira

Inspirei-me em Irmã Dulce, que sempre 
disse que o único convênio que tinha era com Deus.