sábado, 2 de novembro de 2013

Pedaços

Mote:
Para que a gente escreve,
se não é para juntar nossos pedacinhos?
Eduardo Galeano




Pedaços
Vou juntando os meus grandes e pequenos pedaços
Da vida, da arte, dos sonhos, nos poemas que faço.
E vou juntando, pelo caminho, os retalhos.

São sabores, perfumes, lembranças de outrora.
E os sonhos que tenho nos tempos de agora;
Lutas e amores, derrotas e vitórias.

E onde ficarão guardados esses pedaços
A alegria e a tristeza de minha história
Que já nem cabem mais no meu abraço?

Se ficarem meus pedaços espalhados,
Quero crer que, um dia, numa nova realidade,
Serão lidos, sentidos por quem compartilhe essa verdade.




Jane Moreira



















Nenhum comentário:

Postar um comentário