terça-feira, 19 de novembro de 2013

Primavera em mim

Mote:

Quando meus olhos estão sujos da civilização, cresce por dentro deles um desejo de árvores e aves.
Manoel de Barros



Primavera em mim

A primavera chega suavemente:
Traz as cores tanto tempo esquecidas
E o aroma dessas cores tão contentes.
Borboletas voejando coloridas.

Respiro agora o ar doce da alegria,
Da pureza dos bosques de outrora,
Das minhas viagens, minhas fantasias,
Noites de ontem são perfumes de agora.

Vaga-lumes iluminam minha estrada,
Que o frescor das matas me faz cativa
E o jardim do mundo é minha morada.

É a estação dos desejos maternais,
Renovação em um cio coletivo
Das flores, das cores, dos animais.



Jane Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário