segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Escorrência





Escorrência

Amei ao som das ondas
E amei ao som das flores
Me cobri de todas as cores

Me sintonizei tanto contigo
Me fechei para o mundo
Descobri o amor profundo

Esse amor é castigo,
É bálsamo ou doença?
Ou é minha maior crença?

Amor que enraizou no solo de mim
E se tornou maior, gigante,
Cresceu galopante...

E foi tanto o amor,
Que escorreu assim,
De mim.


Jane Moreira



Nenhum comentário:

Postar um comentário