segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Escolhas





Escolhas


O coração me dita a estrada a seguir
E eu fico ali perdida, na encruzilhada...
Mas outro caminho está a me atrair,
Sem certeza, sem coragem ali parada...

A vontade deste meu coração,
Aponta para o caminho mais gostoso:
A via da doce tentação,
Que torna o percurso mais gracioso...

Vejo rios, florestas, cachoeiras
Na beira da estrada da tentação.
Vejo abismos e barranqueiras
No início da estrada da oposta direção.

Como obedecer aos ditames do coração?
Seguindo o encantamento?
Seria a beleza uma ilusão?
Seria a dureza um ensinamento?

Nem tudo que reluz é ouro...
Nem tudo que seduz é tesouro...




Jane Moreira









Nenhum comentário:

Postar um comentário