segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Empinando ilusões

Mote:

Quando morre um menino
Não há pandorgas no céu .

(Cesar Passarinho)




Empinando ilusões

Menino, que solta pandorgas,
É dono da metade do céu.
Os passarinhos seguem em revoada
Cada pandorga ao léu...

Menino feliz, criança sem culpas,
Solta a linha devagar.
E se outro lhe corta a pipa, é desculpa
Para mais pipa empinar

Corre solto na campina
Viaja o céu inteirinho
Enquanto seu troféu empina

E se não tem passarinho,
E ele, no céu, avista ave de rapina,
Fica triste o pequenino...



Jane Moreira


Nenhum comentário:

Postar um comentário