domingo, 10 de março de 2013

De céu, éden e outras paragens




De céu, éden e outras paragens


Poeta, tu falas de céu?
De que céu falas, poeta?
Do paraíso, do Éden,
Da vida em outra “terra”?
Falas de um mundo sem guerra?
Ou falas de um outro planeta?

Falas do céu que esperas
Numa outra dimensão?
Entre a telúrica razão
E a lógica universal?
Ou quimera?

E o poeta responde:
Refiro-me ao céu de outra era
E que está aqui ao lado,
Numa outra dimensão...

O céu que espera o cristão ou não,
Céu da verdade dogmática, absoluta
E indiscutível, não passa de imaginação,
Lá e cá, no éden ou na terra, a vida é luta.

Pois, que há entre céu e terra?
Nada mais que fina camada,
Mais forte do que a morte,
Mais forte que o esquecimento,
Mais forte que o pensamento...


Jane Moreira





Nenhum comentário:

Postar um comentário