sábado, 20 de outubro de 2012

Alma em Festa





Alma em festa

A lua brilha, cheia, iluminada
E a via Láctea é um véu, onde estrelas tecem seu bordado.
O mar é um gigante, reino de Poseidon, morada da sereia
E a flor é um diamante, com que a Terra se enfeita.
Gosto das ondas do mar, abraçando os rochedos
São crianças e as pedras, seus brinquedos…
E eu, parte dessa grandeza
Da terra, do mar, bela natureza,
Sou alma em festa no azul do mar,
Tendo o sol refletido no lar da sereia
Que cores sugerem magia no ar.
Sou pequeno grão de areia,
Que, com versos, anseia
Tocar de leve, o coração do Universo.


Jane Moreira









Aos Poetas (GRINALDA DE TROVAS)







Grinalda de Trovas
Aos Poetas

Mote:

Sou resposta e sou questão
Sou poeta e trovador
Sou das letras tecelão
Sou do verso um escultor.



Aos Poetas

Sou a vida, sou o amor,
Sou a minha redenção.
Sou o pranto e curo a dor,
Sou resposta e sou questão.

Sou resposta e sou questão,
Sou prudência e sou ardor.
Sou o grito na escuridão,
Sou poeta e trovador.

Sou poeta e trovador,
Sou sossego e sou trovão.
Sou afeto e sou rancor,
Sou das letras tecelão.

Sou das letras tecelão,
Sou eu o amante redentor.
Sou o pranto de emoção,
Sou do verso um escultor.

Jane Moreira