sábado, 20 de outubro de 2012

Algo Mais





Algo Mais


Na poesia há o encanto
Do luar, da inspiração,
De versos palpitantes
E flamejante emoção.
Salve Bandeira,
De uma vida inteira.
Salve Alberto,
Álvaro, Ricardo, Fernando,
Quarteto de uma só Pessoa.
Salve Quintana, Neruda,
Clarice, Cecília, Drummond...
Evoé, poetas românticos,
Parnasianos, modernistas,
Barrocos e trovadores,
Classicistas, simbolistas...
Salve Chico, Gil, Milton, Edu,
Tom, Caetano, Vinicius e Cartola,
Vandré, Caymmi e Paulinho da Viola,
Entre outros grandes Poetas-letristas.
Evoé, Poesia do mar do luar do sertão,
Do Tejo, os navegantes,
Dos bêbados e dos amantes,
Das pálidas meretrizes,
Nas noites nas tavernas!
Salve o grande Shakespeare,
Entre tantos, Baudelaire, Voltaire,
Byron, Keats, Poe, Blake, Tennyson,
Florbela, mais que bela, Cora Coralina
E tantos outros sempre lembrados
E da “musa antiga”
Grega e Troiana de então!
Salve o cordel, Salve o soneto.
E salve o indriso também!
Salve a métrica e a rima,
As redondilhas e os alexandrinos,
Ou a falta disso tudo.
Fazer poema é arte.
Poesia é algo mais.


Jane Moreira







Nenhum comentário:

Postar um comentário