sábado, 5 de maio de 2012

Vagando no espaço



Vagando no espaço

Ainda ouço as palavras
Que dissestes um dia,
Não foram de amor...
Foram palavras doces,
Impregnadas de dor...

As palavras ficaram no espaço
Anos a fio, num adeus doloroso,
Ecoando em torno de mim,
No mesmo tom ansioso:
Tua voz, no dia do fim.

A palavra dita
Não pode ser retirada.
Assim, a minha desdita
Ficou registrada
No espaço, vagando,
Tuas palavras embalando...


Jane Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário