quarta-feira, 30 de maio de 2012

Casinha Branca




Casinha Branca

Sabe onde ficou meu tesouro?
Meu bem valioso e imorredouro?
Minha doce lembrança,
Meu pote de ouro?

Foi lá,
na casinha branca,
do lago dourado,
do lindo jardim, bem ao lado,
onde minha infância floresceu...

Foi lá,
onde o manto sagrado,
do pai e da mãe, abençoado,
a menina protegeu...
e guarda ainda o amor que floresceu...

Foi lá,
na casinha branca,
naquele canto do mundo,
onde o amor tão fecundo
nasceu, cresceu, floresceu...

Foi lá
na casinha branca,
no alto da colina,
onde a alma feminina
se fez moça e floresceu...

É lá
no recanto adorado,
onde a força do amor, meu legado,
está em cada canto impregnado
 E que nunca foi por mim renegado.

Jane Moreira



Nenhum comentário:

Postar um comentário