quinta-feira, 19 de abril de 2012

Para uma menina com uma rosa, sem espinho



Para uma menina com uma rosa,
sem espinho e todo o meu  amor:
nosso segundo pedaço. Joseane.





J ose, rose, rosa, minha flor,

O que posso dizer de ti, meu amor?

S e tudo o que és está em teu jeito de ser

E toda a tua beleza transparece,

A ssim, nos teus olhos, e quem te conhece,

N unca, na vida, de ti se esquece

E ainda diz que, por ti, vale a pena viver.



Nenhum comentário:

Postar um comentário