sexta-feira, 20 de abril de 2012

Considerações sobre o tempo



Eu sei que perco tempo,
quando deixo o tempo passar.
 O tempo que não vai parar e nem vai esperar
E eu preciso agarrar o tempo...

Neste meio tempo, penso e repenso
e meu pensamento voa no tempo,
chega naquele tempo, lá atrás...
Em que tempo havia demais...

Um tempo de glória, de leveza e beleza,
de decisões breves, posturas leves,
e de corações sempre em festa.
Tempo em que havia tempo até para” passar o tempo”

Esses momentos, o tempo levou embora.
Só resta o agora, quando já não há mais tanto tempo.
O tempo não para e nem espera.
Mas aqueles momentos o tempo não apagou.

E nesse tempo que passou, aprendi
que, enquanto houver tempo
para amar, chorar sem razão e sorrir com razão,
Vou retardar cada momento, iludir o tempo...

Em tempo:
Na linha do tempo, eu permaneço
todo o tempo em que puder ludibriar o tempo.

Jane Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário