sábado, 21 de abril de 2012

Cores perdidas


Cores perdidas


Quando no deserto de qualquer emoção,
no tempo em que perdi certezas,
a vida era sem sentido, sem razão.
Naqueles dias, sinistros, sem beleza,
perdi as cores, mas não as dores
e foi em preto-e-branco que vivi.
Filme cult que quero esquecer:
As cores do mundo que um dia perdi.

Jane Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário