quinta-feira, 22 de março de 2012

Sombras



Sombras

Meu olhar se perde nos campos
E o passado se revela novamente,
Como um filme que se desenrola.
E o tempo para de repente...

E as sombras vão tomando forma,
Vistas assim da minha janela.
E o tempo, que tudo transforma,
Vai mudando a imagem da tela...

Vejo a alegria dançar no jardim
E a esperança com ela brincar.
Lindos vestidos de cetim
E aqueles olhos cor do mar...

A tristeza se esconde no porão
E vejo a delicadeza se erguer
Para não mais cair em tentação.
Liberta está a vontade de viver...

E o filme chega a seu final,
Na cena mais tocante do meu dia.
Amanhã, ao sereno matinal,
Sei que vou reviver essa magia...


Jane Moreira





Um comentário:

  1. Olá Jane!
    O que dizer? Que todos vivam essa magia de belos dias! Desesperar por quê? (sorrio)
    Abraços.
    Convido para que leia e comente “O LEILÃO” no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    ResponderExcluir