quarta-feira, 28 de março de 2012

Mentira


MOTE:
Discípulo: Mestre, o que é o ato de não mentir?
Mestre: Talvez a forma mais rara de Heroísmo.



Mentira

Veste-se com apuro,
Às vezes ensaia antes...
Adorna-se com brilhantes,
A mentira, pintada e enfeitada,
Que satisfaz o ego do tolo.

Mesmo por piedade,
Transpira falsidade.
Pérfido é aquele que mente:
Um aprendiz de gente,
Pior, se nele houver crueldade.
É fácil mentir,
Fugir à responsabilidade.

A mentira ilude o crente,
Arranha o inocente.
Errada é a mentira,
Mesmo se nela houver compaixão.
Errado é viver de ilusão...

A verdade dura e fria,
Transparente, decente, nunca é tardia.
É a veia por onde corre o caráter.
A mentira fácil e vazia
É a teia onde se perde o caráter.

Jane Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário