quinta-feira, 22 de março de 2012

De Chuva e Oração



Chuva que limpa toda a impureza,
Que traz alegria à plantação,
Lava os pecados, devolve a beleza,
Lava as mágoas do meu coração.

Chuva que traz alegria à natureza,
Que ameniza a poluição,
Limpa as marcas de feridas da rudeza
Com que tratam nosso nobre chão.

Chuva, que é dos pecados a rendição,
Aumenta tua dose lá no sertão.
Chove com amor, chove com carinho...

Chuva, alegria do trigo que faz o pão,
Alegria do sertão, clareia meu caminho.
Atende esta súplica em forma de oração.

Jane Moreira




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário