quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Lágrima da manhã (indriso)







A manhã chegou sem brilho, sem cor...
Despontando triste, em meio à dor,
Vem chegando, devagar, com pudor,


A garoa que cai, suavemente,
É o véu com que se cobre a manhã descontente
Que o sol buscou e só neblina encontrou


E se encontrares uma gota de orvalho na flor,

É a lágrima que a manhã deixou escapar...

Jane Moreira






Nenhum comentário:

Postar um comentário