sábado, 4 de junho de 2011

Noite de poesia



Noite de Poesia


Faz frio lá fora...
Fadas povoam
A noite até a aurora.

Nessa hora
De encantamento,
A poesia aflora.

Como outrora,
Vinho, lareira, vez primeira,
O encanto em mim se incorpora.

Jane Moreira






Fim de caso






No que resta da estrada
Que juntos percorremos,
Não há atalhos.
E o que ficou para trás
São somente retalhos.

Pedaços de caminho
Estéreis, sem cuidado,
Sem carinho,
É o fim sem despedida
De um amor derrotado.
Cujo fim é o beco sem saída
Que faz o arremate
Do futuro abortado.

Jane Moreira




A borboleta (poemeto)



Jane Moreira

Sai da crisálida, a lagarta,
que ali se modela.
Assim é o momento
do espírito que se revela,
quando, da morte, o renascimento.
Como a borboleta,
que enfeita os jardins da terra,
os espíritos povoam os jardins do céu.

Jane Moreira



O colibri






O colibri

O beija-flor é como o amor fugaz,
bate as asas e ligeiro se vai,
suas asas a tremer, pairando no ar,
buscando  flores para seu néctar sugar.

Parece um anjo, disfarçado em ave,
que vem a vida enfeitar...
E deixar a poesia do seu encanto
nas pétalas  das flores que vem beijar.

E são tantos voadores, de todas as cores,
sorvendo das flores, os doces sabores...
São beijadores compulsivos,
esses anjos-beleza, presentes da natureza.
São cores voadoras, perseguidoras da energia.

Jane Moreira










Apelo






Apelo

Vem amor,
Segura minha mão...
E descansa no meu seio.

Vem amor,
curar a tua dor.
Responde ao meu anseio...

Vem amor, traz o lume do teu olhar.
Deixa o ciúme que te consome
lá fora ficar.

Vem amor, conta teu medo,
desfaz o segredo
que te causa dor.

Vem amor, eu quero,
No aconchego, onde te espero,
espantar o medo, curar a dor.
E resgatar a paz.

Jane Moreira





A moça



A moça recatada
Espera seu namorado

Tem brilho no olhar
E no rosto o seu brilhar

A moça tão comportada
Diz que quer se casar

Mas o namorado da amada
Diz que quer esperar

A moça tão bem educada
Não quer saber de ousar

Mas o ardente namorado
Não cansa de convidar

A moça escandalizada
Manda o moço passear...

Até quando vai aguentar?

Jane Moreira