sábado, 4 de junho de 2011

O colibri






O colibri

O beija-flor é como o amor fugaz,
bate as asas e ligeiro se vai,
suas asas a tremer, pairando no ar,
buscando  flores para seu néctar sugar.

Parece um anjo, disfarçado em ave,
que vem a vida enfeitar...
E deixar a poesia do seu encanto
nas pétalas  das flores que vem beijar.

E são tantos voadores, de todas as cores,
sorvendo das flores, os doces sabores...
São beijadores compulsivos,
esses anjos-beleza, presentes da natureza.
São cores voadoras, perseguidoras da energia.

Jane Moreira










Nenhum comentário:

Postar um comentário