sábado, 4 de junho de 2011

Noite de poesia



Noite de Poesia


Faz frio lá fora...
Fadas povoam
A noite até a aurora.

Nessa hora
De encantamento,
A poesia aflora.

Como outrora,
Vinho, lareira, vez primeira,
O encanto em mim se incorpora.

Jane Moreira






Nenhum comentário:

Postar um comentário