segunda-feira, 2 de maio de 2011

Suave (indriso)




Suave

Suave é a brisa
que passa sem pressa
E minha fronte alisa.

Suave é a noite
Dos grilos que cantam,
Da lua que brilha.

Suave é o encontro na chegada da noite.

Na tarde que morre na noite dos grilos.



Jane Moreira


Nenhum comentário:

Postar um comentário