domingo, 21 de outubro de 2012

SEM AMARRAS



Olho para o céu
E sinto uma força
Que me leva adiante...

Eu, ser pensante, não dependo
De amores passados
Nem futuros.

Meu rumo é meu conhecido
E assim foi sempre seguido,
Sem desvios na rota...

Não sei o que é tristeza.
Só vejo beleza ao redor de mim.
Não tenho medos, não tenho amarras.

Sou o tempo presente e nada espero,
Porque sei o que quero:
É o que tenho agora...

Jane Moreira







Nenhum comentário:

Postar um comentário