terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Passaporte



Passaporte

Meu sorriso é arma fatal,
Digo que é meu passaporte.
Vida afora, ele é um sinal
De que a vida depende da sorte.

Contra todos, contra o mundo,
Saio à procura de mim.
Meu desejo mais profundo
É o de ser eu mesma, enfim.

E, nas batalhas da vida,
Faço eu mesma o meu caminho.
E dizem até que sou a preferida
Dos que disputam meu carinho.

E, assim, eu sigo sorrindo,
Pela vida a gorgetar...
Aos poucos vou conseguindo
A sorte e o norte para eu voltar...




Jane Moreira






Nenhum comentário:

Postar um comentário