terça-feira, 31 de maio de 2011

Testamento


Testamento:

Faço saber aos amigos,
Pois só a eles interessa,
Esta ordem que é expressa
E da qual não os desobrigo:

Desinventem a tristeza que senti,
Reescrevam o livro que, de tão maçante, não li,
Desperdoem aquele inimigo que perdoei
E destracem o caminho por onde passei.

Mas aumentem o volume da risada que dei,
Aqueçam o mundo com os beijos que beijei,
Desconfiem do amigo falso em quem confiei
E festejem os filhos que gerei...

No mais, cantem e dancem que a vida é festa...
E rezem por mim, que já não estarei nesta.



Jane Moreira














2 comentários:

  1. ESTE POEMA É POR DEMAIS DE EMOCIONANTE!

    Obrigada por ele, poetisa!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela leitura, Poetisa Maior!

    ResponderExcluir