sábado, 14 de maio de 2011

Pretérito-mais-que-perfeito




Meu amor!

Se ontem eu já te amava tanto,
Com o fervor de adolescente,
No passar do tempo, o encanto
Tornou-se cada vez mais crescente.

Meu amor navega em águas calmas
E seu encanto, que paira acima de nós dois,
Faz o entendimento de nossas almas
Preparar o caminho para depois.

Sempre foi o amor a joia rara,
O tesouro de nossos corações.
Já sentimos juntos os frescores da alvorada,
Adolescentes suspiros e emoções...

Tantos caminhos juntos percorremos!
Tantas águas turbulentas enfrentamos!
E nós dois nunca esmorecemos...
O amor foi a arma que usamos.

Quando esbarramos em espinhos,
Jamais perdemos a direção.
Quando tropecei nos caminhos,
Foi você quem me levantou do chão.

E quando a noite veio fria e cortante,
Atravessamos juntos a escuridão.
E, seguimos, nesse amor constante,
Olho no olho, mão na mão.

E, se o amor de ontem foi a infância
De um bem querer tão bonito,
O amor de hoje é bastante
Para ir além do infinito!

Jane Moreira





Nenhum comentário:

Postar um comentário