segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Gandhi

A Gandhi

Vou dedicar um poema
a quem por si, já é um tema
de ternura, poesia,
semblante calmo como o raiar do dia.

Amigo da boa convivência
e adepto da não violência,
foi um espírito avançado,
pela paz, obstinado.

Sem disparar um só tiro
(Isso parece fantasia)
libertou todo seu povo,
de toda a tirania.

Encontrou na vida simples
de roupas sem modelagem,
a verdadeira arte
de viver nesta viagem.

Fez da vida uma arte que ensina
que conviver pode ser fácil.
A Paz que é arte divina,
foi a arte de que fez sua vida.

O tiro que foi disparado
não acabou com a arte.
Mataram a Grande Alma,
mas seu lema não foi um descarte.

Jane Moreira






Nenhum comentário:

Postar um comentário