sábado, 7 de maio de 2011

Fantasia juvenil


Fantasia juvenil

Numa noite enluarada,
No meio da mata,
Envolto em magia,
Aquele ser dançava.

Pensei que sonhava,
Parecia fantasia de menina,
Mas hoje ainda,
Ao lembrar, me fascina...

Será que eu sonhava?
À luz do luar, ele dançava, 
Entre seres da floresta,
Naquela que era noite de festa,

À luz do luar.
Vestia-se de branco,
Pés descalços, 
Cabelos ao vento...

Revelava-se, ao dançar,
Inocentemente, ...Languidamente...
Rapidamente...Diferente...
Parava...E voltava a dançar...

E dançando freneticamente,
Num mundo seu, indiferente
À emoção que causava...
Era um ser especial.

Criatura atemporal...
Seria um ser espiritual,
Ao mesmo tempo, animal?
Naquela entrega total?

Jane Moreira


Este poema, como alguns outros, foi
composto há muitos anos. Foi uma
fantasia juvenil que guardei e guardarei.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário