sexta-feira, 6 de maio de 2011

De chuva e pecados



Chuva que lava
os erros do mundo...
Lava esse povo,
que andou por aí se sujando,
que andou por aí sujando a nossa nave mãe...

Sujaram o corpo, o templo sagrado
do espírito, que foi manchado...
Sujaram a nossa casa, nosso lar, nossa nave-mãe,
nosso planeta que tem sido violentado...

Lava
tanta iniquidade,
lava o mal da humanidade,
leva embora os pecados,
as mazelas, as doenças
do corpo, do espírito e do planeta.

Leva todo o mal
para o espaço...
E que lá,
tudo se transforme
em bênçãos sobre a Terra.

Jane Moreira




Nenhum comentário:

Postar um comentário